IN7OMM.COM
Search page
Deutsch | Language
7OMM e-News
Rumour Mill
Contact | Volunteers

WHAT'S ON IN 7OMM?
Todd-AO Festival
KRRR! 70mm Seminar
Widescreen Weekend
7OMM Festival
 

7OMM FILM
"Flying Clipper"
"The Hateful Eight"
"The Master"
"Oklahoma!"
"Scent of Mystery"
"2OO1"

IN LARGE FORMAT
Todd-AO
Ultra Panavision 70
Super Panavision 70
Dimension 150
DEFA 70
Sovscope 70
Technirama
IMAX
Showscan
Cinerama
Cinemiracle
70mm Blow-up

NEWS
2016 | 2015 | 2014
2013 | 2012 | 2011
2010 | 2009 | 2008
2007 | 2006 | 2005
2004 | 2003 | 2002

LIBRARY
Interview & People
Cinemas
DP70 / Norelco AAII
70mm Projectors
Rama Galore
Cinerama Remaster
70mm Engagements
SENSURROUND
Stories
Remember

THE 7OMM NEWSLETTER
2005 | 2004 | 2002
2001 | 2000 | 1999
1998 | 1997 | 1996
1995 | 1994 | PDF
 

in70mm.com Mission:
• To record the history of the large format movies and the 70mm cinemas as remembered by the people who worked with the films. Both during making and during running the films in projection rooms and as the audience, looking at the curved screen.
in70mm.com, a unique internet based magazine, with articles about 70mm cinemas, 70mm people, 70mm films, 70mm sound, 70mm film credits, 70mm history and 70mm technology. Readers and fans of 70mm are always welcome to contribute.

Disclaimer | Updates
Support us
Testimonials
Table of Content
 

eXTReMe Tracker
Extracts and longer parts of in70mm.com may be reprinted with the written permission from the editor.
Copyright © 1800 - 2070. All rights reserved.

Visit biografmuseet.dk about Danish cinemas

 

Minha visita às locações de “A Filha de Ryan”

Read more at
in70mm.com
The 70mm Newsletter
Por: Elizabeth Raffo Setti, BrazilDate: 09.06.2013
A praia de Inch

Minha visita às locações de “A Filha de Ryan”.

Minha vontade de estar no cenário desse filme começou desde a primeira vez que vi o filme.

A ideia me perseguiu desde então, mas me parecia uma coisa impossível! Não sabia onde era, exceto que era Irlanda. Quando a internet chegou comecei a pesquisar. Não sei em que ano foi, mas a pesquisa me levou a este site e a descrição do Thomas da sua adventura.

Então não estou louca! – pensei. Existe mais alguém que idealizou e foi! E duas vezes! O projeto começou nesse momento, mas não havia quem topasse de ir comigo. Meu marido achava um absurdo. Concordava com a beleza do cenário, mas não tinha a mínima vontade de viajar para tão longe.
 
More in 70mm reading:

My visit to the locations of Ryan's Daughter

On the trail of "Ryan's Daughter" & "Far and Away"

Memories of Ryan's Daughter

"Far and Away" - Mikael Salomon introduction

Internet link:

YouTube

 
Subindo a montanha para "Kirrary"

Clique para ver a foto ampliada

Todo ano eu convidava alguém. Ninguém topava. Este ano usei um argumento: Aniversario de casamento. Disse que o único presente seria essa viagem. Meu marido ficou com vergonha de não dar esse presente. E foi assim que eu fiz a viagem tão sonhada. E valeu a pena.
Por mim, eu tomaria um avião direto ao destino desejado: Irlanda, mais precisamente Dunquin, mas era impossível. Então, decidi ir para Londres e de Londres para Cork onde alugaríamos um carro já no aeroporto.

Começamos nossa aventura por Inch beach.
 
 
O castelo de Minard

Saímos cedo de Cork em direção à Inch. Se não fosse um contratempo com pneu furado chegaríamos mais cedo ainda. Estava muito frio em Inch beach, ventava muito. Enfrentei o vento e o frio imaginando o som de Maurrice Jarre.

Depois de fotografar, passamos por Minard Castle. Graças ao street view do Google foi fácil delinear previamente o caminho. Havia mais gente admirando a “torre” que no filme foi o encontro entre o major e Rose. Foi muita emoção ver a torre aparecer enquanto o carro se aproximava. O colorido era fantástico. Subi, entrei. Meu marido fotografava.
 
 
A escola

Em seguida tomamos o caminho para a Slea head drive (559) que nos levou a Coummenole beach. Gostei que não tinha sol, porque eu queria uma Coummenole como no filme: Úmida.

Continuamos pela slea head drive ate Dunquin onde me hospedei no An Portán. Deixamos as malas e fomos para a casa do professor. Eu não queria perder um minuto sequer.
 
 
A paisagem dramática da costa oeste da Irlanda. A escola é vista quase na beirada do penhasco

Clique para ver a foto ampliada

Peguei o caminho de Blaskets Centre, beirando os penhascos. Eu sabia de um caminho mais curto, que acabei por usar apenas na saída.

Sem problemas, porque, no dia seguinte voltei à casa do professor por um caminho ainda melhor que os outros dois. Um caminho ótimo! tão bom que iria lá todos os dias se precisasse.

Na manha seguinte subi a colina onde foi erguida a vila fictícia. O dia já estava lindo logo de manhã, e a paisagem que ia crescendo atrás de mim à medida que eu subia era de tirar o fôlego. Ovelhas coloridas enfeitavam. Curti cada minuto da caminhada até o topo.
 
 
A praia de Coummenole

Meu marido admite que foi maravilhoso. O melhor dia para ele.

Depois de descer a colina, fomos para Clogher Head onde foi erguida a vila de "Um Sonho Distante". O caminho que leva ao Clogher aparece, principalmente no final de
“A Filha de Ryan”, quando o padre e Michael caminham nessa direção depois da saída do ônibus, levando Rose e Charles.
Voltei à schoolhouse, antes de almoçar, pelo melhor acesso. Descendo em direção ao mar, logo depois da região onde foi erguida a base militar e virando a esquerda. Fomos de carro um bom tanto.

Mais tarde visitei as beehives e voltei à Coummenole, agora ensolarada. Tirei mais fotos. A praia já tinha outro tom. Um tom de verão. Pessoas com pouca roupa. Provavelmente nem sabiam que estavam maculando um cenário de época.

Nossa ultima parada: Cliffs of Moher. Passamos a tarde por lá, mas meu coração ainda estava em Dunquin.
 
 
  
Go: back - top - back issues - news index
Updated 22-12-16